quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Há Dias Assim

Há dias em que a alma se torna grandiosa.
Em que este corpo parece diminuto para a albergar
E a alma anseia por fugir para a imortalidade!
Dias em que acordamos maiores que a realidade
E tudo o que nos rodeia parece mesquinho.
Dias em nos sentimos ainda mais deslocados
Mas que nos sentimos bem com isso...
Por momentos temos a certeza de que somos bons
Naquilo que nos propomos fazer
E o que fazemos dá-nos razão.
Dias em que nada do que nos digam
Nos deixará de rastos pelo mundo que calcorreamos
Pela simples certeza de que somos melhores!
Pela simples certeza de que somos melhores...

14 Comments:

Blogger Frankie said...

Que tenhas muitos dias assim, meu amigo, é o que te desejo!

Dark kiss*

7/11/07 09:36  
Blogger Lux Caldron said...

Desde que comecei o estágio que tenho tido alguns dias assim. E sabem-me tão bem... Principalmente porque no início do ano cheguei a por em dúvida todos os caminhos que tinha traçado por outro estágio me ter sido recusado após estar tudo tratado e confirmado.

Dark kisses*

7/11/07 17:13  
Blogger andorinha said...

É tão bom sentirmo-nos de bem connosco. Quando assim é, sentimo-nos melhor com a vida.
E se calhar era este estágio que "tinhas" que fazer e não o outro, quem sabe?:)
Fico feliz por ti.

Beijo*

7/11/07 17:42  
Blogger Lux Caldron said...

Talvez Andorinha...

O outro era à partida o melhor estágio que poderia querer mas o certo é que estou a gostar imenso deste e das pessoas com quem trabalho. Ao contrário do que provavelmente aconteceria no outro, neste sinto que cada palavra que digo é ouvida e que cada opinião conta.

Dark kiss

7/11/07 18:01  
Blogger Frankie said...

Bem, Lux, fico sinceramente feliz por saber isso e espero que continues a sentir-te assim.
E, já agora: se ouvem as tuas palavras e opiniões é porque são pessoas sensatas ;)

Sabes?!
O meu estágio também não foi aquele que iria ser à partida.
Na altura em que tínhamos de escolher estágio (era a Faculdade que nos dava uma lista e depois fazia uma seriação para colocar os alunos) fiquei na minha primeira opção e senti-me contente.
Ia para "Genética e Conservação".
Tenho uma tendência desde miúda de me dar melhor com animais do que com "gente" e achava que aquele seria bom.

No entanto, uns tempos depois surgiu-me oportunidade de fazer estágio em Genética Médica (coisa com a qual a minha Faculdade não trabalha, à partida).
E acabei por deixar o estágio que já tinha garantido e dar "um tiro no escuro", levada pela ilusão de um dia poder ver que o meu trabalho iria que ajudar alguém, de algum modo.
E sabes que mais?!
Foi a melhor coisa que podia ter feito.
Vim parar ao Instituto de Genética Médica cá do Porto, onde estou até hoje (agora já a fazer a tese de mestrado).
Encontrei uma orientadora 5 estrelas, os resultados foram os melhores e gosto realmente do que faço.
Não podia pedir mais, não era?

Enfim, todo este paleio para dizer que os caminhos que seguimos nem sempre são os que traçamos à partida mas, isso não quer dizer que até não sejam os melhores.

Por isso, o que te desejo é que tenhas a mesma sorte que eu tive; mais ainda, se possível.
Bem mereces.

Dark kiss*

8/11/07 08:59  
Blogger Frankie said...

(E, já agora, desculpa o testamento...)

8/11/07 09:00  
Blogger Bruxinhachellot said...

Esses dia me são tão raros!

Beijos cirandeiros.

8/11/07 18:46  
Blogger mariazinha said...

Gosto tanto dos dias assim...
:)
beijo*

9/11/07 01:05  
Blogger Lux Caldron said...

Frankie, o que se passou infelizmente não foi tão simples como isso.

Foram uma série de coisas que se acomularam e que me puseram a pensar se valeria a pena continuar um caminho que não estava planeado há um ano mas sim há mais de dez anos. O caminho que tinha planeado para mim desde que me conheço foi posto em causa por um estágio que estava certo e que após uma reunião colectiva, onde ficou tudo acertado e eu estava confirmado numa das equipas do clube, eu acabei por ver o estágio recusado por mail sem que me fosse dada qualquer justificação, ao contrário de todos os meus colegas que ficaram lá. O que me fez vacilar não foi simplesmente o não ter feito o estágio num clube que têm as melhores equipas de formação de futebol do pais mas sim a forma como fiquei de fora. Depois acabei por ser recusado noutro clube de segundo plano mas ainda assim de nivel nacional, e aliando isso a mais umas quantas situações a nivel pessoal eu acabei por ponderar até congelar o curso.

Mas o que interessa é que após tudo isso acabei por ficar num clube que não sendo da dimensão do outro é um clube onde me sinto muito bem, e onde apesar de tudo posso obter uma experiência mais enriquecedora, na medida em que neste clube eu faço realmente qualquer coisa, o que talvez não acontecesse no outro.

Não vou ser hipócrita e dizer que se pudesse estar lá não estaria e preferiria ficar onde estou mas o que é certo é que estou contente e grato ao clube e às pessoas que me abriram a porta.

Dark kisses*

PS:Como vez para te responder também fiz um testamento por isso não tens nada que pedir desculpa :)=

9/11/07 04:12  
Blogger Lux Caldron said...

Bruxinha

Tenho a certeza que de cada capítulo que escreves lá no caminho te deves sentir assim... :)

Para ter mais dias destes basta escreveres mais por lá :)

Dark kisses*


Mariazinha

São tão bons, não são? :)

Dark kisses*

9/11/07 04:14  
Blogger andorinha said...

Lux e Frankie,

Gostei de ler os vossos testamentos, fiquei a conhecer um bocadinho mais das vossas vidas.
Sou muito curiosa...não sei se já repararam...:)

Por vezes os caminhos em que "tropeçamos" acabam por se revelar os melhores a longo prazo.

Seja como for, fico muito feliz pelos dois, por estarem a fazer algo que vos preenche e dá prazer.
E isso é tão importante!

Beijos.

11/11/07 22:53  
Blogger Lux Caldron said...

Andorinha, curiosa??? Nááá! Ok talvez só um bocadinho, mas enquanto não se espreitar pelos buracos das fechaduras nem se entrar nas cozinhas dos restaurantes da máfia não crise. Afinal a curiosidade matou o gato... mas nós não somos gatos :)

Acredita que estou a gostar do que estou a fazer, agora quanto ao longo prazo... "I know not what tomorrow will bring!"

Dark kiss*

14/11/07 04:01  
Blogger Frankie said...

Lux:

Compreendo como deve ter sido exasperante todo esse "percurso" que descreveste, até chegares ao ponto em que estás agora e veres que até gostas do que estás a fazer.

Deve ter sido muito frustrante, realmente.
Conheço esse tipo de sensação e costumo dizer que até vejo "a vida a andar para trás". Mas, agora, o que importa é que foste parar a um local onde te valorizam e onde gostas de estar.

Quanto ao futuro... ninguém o conhece, mas espero que o teu seja "risonho", como se costuma dizer.

Dark kiss*

19/11/07 08:56  
Blogger Lux Caldron said...

Foi mas felizmente já passou. E agora nem quero pensar no futuro. Quero viver o presente da melhor forma que conseguir.

Dark kisses*

19/11/07 17:03  

Enviar um comentário

<< Home

Free Web Site Counter
Free Counters